sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Sem personagens, apenas outro


"Me diz se assim está em paz, achando que sofrer é amar demais" (Los Hermanos)

Queria me permitir ser aquilo que talvez nem seja e que ouso tanto em personificar. Personagens definitivamente não fazem parte de mim, talvez consiga ser várias coisas em um só. Mas continuo aquele menino bobo, bem menos ingênuo, que aprende a cada dia e que no fundo acredita no amor. Aprendeu que o mundo não pode parar para que as clarinetas toquem e a grande presença da festa chegue. Não adianta esperar, só vai te deixar exausto. Quem disse que a vida ficou pra ser esperada? Sábio aquele que se permite fazer tudo que traga felicidade.

Sinto mudança de pensamento, de atitude frente a situações novas. O menino está crescendo e quer ver o mundo por outras lentes. Será que aquele velho óculos estava embaçado a ponto de omitir os grandes deslizes humanos? Até pensei que os "você" da minha vida poderia resumir em apenas um "você". Errado, meu caro. Pelo menos até agora os "você" serão vocês. Quem se prende demais cria ilusão do que não existe.

O que existe de amor continuará a existir. Porém, bem mais atento. Pra que aquele "você" do passado não se torne presente. Preciso aprender a dizer "não". Percebo que mais importante que você sou eu. Você acha que eu estou em suas mãos, mas esquece que quem manda no peão do tabuleiro não é você. Poderia ter ganhado mais do que imagina, mas perdeu. E agora é tarde pra dizer que não era isso, que estava se recompondo. Recomponha-se em outro "eu", em outro menino ingênuo, em outro que acredita no seu amor. Pra mim você já é piada, sem graça por sinal.

Texto de Patrick Moraes

5 comentários:

Ryan disse...

Como já diziam! Em briga de "marido e mulher" ninguem mete a colher! Você tem mais do que razão... nunca espere a felicidade, nunca coloque a sua vida nas mãos de outra pessoa. Nem sempre elas sabem o que fazer com nossos sentimentos. O sentimento é algo muito delicado, interpersonas. Viva tudo aquilo que você se permite ;D

Marcelle disse...

"Queria me permitir ser aquilo que talvez nem seja e que ouso tanto em personificar"...eu tb!
Bjokas estourinho

Raisa disse...

adorei a injeção de coragem desse post! ;D
beijo

Lailla. disse...

Eu costumo sempre dizer " a felicidade está em você, e não no outro". isso aí, bola pra frente, amiguinho!
xD

um erro disse...

ótimo. :)